Alocação de recursos

Diante da escassez de recursos na saúde não há condições de conceder a todos, tudo ilimitadamente, é necessário que se defina quem tem direito de usar e quanto. E o problema principal é alocar os recursos com justiça. Dois princípios de justiça geram grande discussão: igualdade e equidade. O principio da igualdade diz que todos os bens e serviços públicos devem ser divididos em igual quantidade enquanto o da equidade diz que devem ser distribuídos de forma desigual, dando mais a quem tem menos em busca da redução da desigualdade.  (MEDEIROS, 1999)

Segundo Travassos (1997) “As desigualdades em saúde refletem, dominantemente, as desigualdades sociais, e, em função da relativa efetividade das ações de saúde, a igualdade no uso de serviços de saúde é condição importante, porém não suficiente, para diminuir as desigualdades existentes entre os grupos sociais no adoecer e morrer”. Assim a equidade tem sido visto para a maioria como o princípio mais justo na divisão dos bens e serviços públicos de saúde.

Referências: 

MEDEIROS, Marcelo. PRINCÍPIOS DE JUSTIÇA NA ALOCAÇÃO DE RECURSOS EM SAÚDE. 687. ed. Rio de Janeiro: Ipea, 1999. 13 p. Disponível em: <http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/2855/1/td_0687.pdf&gt;. Acesso em: 29 maio 2017

TRAVASSOS, Claudia. Eqüidade e o Sistema Único de Saúde: uma contribuição para debate. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 13, n. 2, p.1-10, jun. 1997. Disponível em: <https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/682/4/Travassos_Equidade e o sistema unico de saude_1997.pdf>. Acesso em: 29 maio 2017.

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s