Life and death

Durante sua prática profissional, os fisioterapeutas lidam com pacientes em vários estágios da vida. Em diversas áreas de atuação, o paciente a ser tratado se encontra em uma etapa particular do desenvolvimento humano: a espera pelo fim.
Os pacientes em estado terminal são encontrados por estes profissionais em um estágio debilitado, com grande prejuízo de um ou mais sistemas corporais. O cuidado a estes pacientes, com características bem específicas, é chamado de Cuidado Paliativo, definido como um conjunto de cuidados que “[…] adotamuma abordagem humanista e integrada para o tratamento de pacientes sem possibilidade de cura, reduzindo os sintomas e aumentando a qualidade de vida. Para isto necessita-se de uma equipe multiprofissional apta a compreender todas as necessidades físicas, psicológicas e espirituais presentes nestes casos.” (Marcucci FCI. O papel da fisioterapia nos cuidados paliativos a pacientes com câncer).Inserido nesta equipe multiprofissional está o fisioterapeuta, que detém de métodos e recursos específicos que são úteis aos Cuidados Paliativos. “
A morte pode ser vista como um mistério incompreensível ou como um absurdo inaceitável. Pode até ser tratada como um tabu, assunto sobre o qual a maioria das pessoas não gosta de falar. Mas, seja como for, aceitemos isso ou não, a morte é um fato, uma realidade inexorável que vem para todos nós. Comumente, não aceitamos a morte como um fenômeno natural. Buscamos quase sempre uma eterna juventude e isso gera angústia e medo. Por isso, é muito importante o fisioterapeuta saber lidar com seu paciente, principalmente os que estão em fase terminal. Esse profissional da saúde deve pensar no sofrimento do paciente e também de seus familiares. Para o fisioterapeuta que lida com pessoas em situação terminal, é mais útil pensar em termos das tarefas do paciente, porque o ser que está morrendo pode precisar de ajuda para executar algumas delas ou a sua totalidade. Além disso, deve-se levar em conta a relação entre profissional e paciente: os sentimentos e as atitudes do fisioterapeuta perante o paciente, bem como sua missão, ou seja, aliviar freqüentemente e confortar sempre.

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s