Abusos

A definição da palavra abuso está relacionada com um comportamento inadequado, excessivo, contrário à harmonia. Pode ser empregada em diversas situações de subordinação, como em intolerâncias políticas e religiosas. Em sentido estrito, refere-se a abuso sexual.

No Brasil, 67% da população tem medo de ser vítima de agressão sexual. De acordo com os dados mais recentes, em 2014 o Brasil tinha um caso de estupro notificado a cada 11 minutos. Além disso, o Disque Denúncia (o Disque 100, serviço nacional de denúncia de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes) registrou em 2014 uma média diária de 13 denúncias de abusos de meninos.

De acordo com o Código Penal Brasileiro em seu artigo 213 (na redação dada pela Lei nº 12.015, de 2009), estupro é: constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso. A constituição federal também protege as crianças contra o abuso, no artigo 277, afirma que § 4.º A lei punirá severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente. O índice de maus tratos em idosos no Brasil é em torno de 12%.  Em 54% dos casos, o agressor é o próprio filho.

Na área da saúde, a violência obstétrica é um tema que está sendo discutido em todo Brasil, devido à alta taxa de cesáreas que são realizadas sem necessidade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) são recomendados que no máximo 15% dos partos sejam cesarianas. No Brasil, líder do ranking na América Latina, este número chega a aproximadamente 56% em sua totalidade. Mas, se contarmos apenas as redes privadas, as cesáreas ultrapassam os 88%. Além disso, segundo a pesquisa, apenas 26,6% dos recém-nascidos tiveram contato com a pele da mãe logo após seu nascimento e 40,9% das mães amamentou o bebê ainda em sua primeira hora de vida.

Por Jéssica Alves

Fontes: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-36401054

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil

https://aviolenciaobstetrica.wordpress.com/dados-estastisticos-violencia-obstetrica

Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s